Médico paranaense pode ter tomado três doses da vacina contra a Covid-19


Informa o portal Cabeza News que um médico que trabalha no oeste do Paraná está sendo investigado pelo Ministério Público do Paraná (MPPR) após tomar três doses contra a Covid-19.

O profissional, que é pediatra e atua em Ubiratã, foi vacinado em março contra a Covid e cerca de 20 dias depois tomou a segunda dose do imunizante, conforme a recomendação. Em maio, porém, ele fez um exame de pesquisa de anticorpos neutralizantes para Covid-19, que deu negativo. Ou seja, o médico não estaria totalmente protegido contra a doença. Com esse resultado em mãos e exames de saúde que apontam que ele tem comorbidade, ele foi em busca de um novo imunizante e tomou mais uma dose da vacina em 26 de maio.

Segundo a secretaria de Saúde de Ubiratã, o médico conseguiu tomar a vacina porque no dia em que ele foi tomar a terceira dose da vacina o sistema que registra o nome de quem já foi vacinado estava fora do ar. Ainda assim, os documentos do médico apontavam que ele já tinha sido vacinado duas vezes – resta saber, então, porque a técnica de enfermagem aplicou a vacina mesmo assim.

Via Cabeza News


COMENTÁRIO DO JACU:

Vacina já não está faltando mais, o problema é a falta de bom senso de gente que pensa que é o dono do mundo e pode tirar a vez de outro para tomar a bel prazer. Imagina o organismo desse cidadão com essa mistureba de vacina! O que não mata, engorda!

Postar um comentário

0 Comentários