Propaganda Pio do Jacu

A Secretaria Municipal de Saúde de Laranjeiras do Sul (Semusa) registrou o primeiro caso de Influenza H3N2 na cidade. Trata-se de uma paciente do sexo feminino de 26 anos e que se encontra internada com quadro clínico estável.

Os sintomas da H3N2 são os mesmos da gripe e resfriados como como febre alta no início do contágio, inflamação na garganta, calafrios, perda de apetite, irritação nos olhos, vômito, dores articulares, tosse, mal-estar e diarreia, principalmente em crianças. Mesmo com letalidade menor que a Covid-19, o H3N2 tem mais chances de evoluir para casos graves em grupos de risco (crianças, idosos, gestantes e indivíduos com comorbidades).

A chefe do setor de epidemiologia do município, Patrícia Massuqueto, informou que a paciente é uma profissional da área da saúde e que não foi identificado nenhum vínculo com outra pessoa onde poderia ter contraído o vírus. A chefe da epidemiologia alerta ainda sobre a importância da vacina.

Pelo fato do influenza ser um vírus respiratório, assim como o coronavírus, a gripe, como é chamada popularmente, é facilmente transmitida entre pessoas por meio de gotículas liberadas no ar quando a pessoa gripada tosse ou espirra. A prevenção ocorre da mesma forma, ou seja, com distanciamento físico entre as pessoas, uso de máscara e higiene das mãos. O período de incubação do vírus H3N2 é de três a cinco dias, quando começa a manifestação dos sintomas. Porém, também é possível que uma pessoa tenha a doença de uma forma assintomática, sem apresentar nenhuma reação.

Via SEMUSA

COMENTÁRIO DO JACU:

Independente deste caso isolado, a galera que está voltando das viagens de final de ano e principalmente das praias, podem trazer consigo coronavírus e outras porcarias. As praias lotaram e muita gente “ferveu” sem se preocupar com nada e de álcool, só o gole!!!

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem