Propaganda Pio do Jacu

Um motorista paraguaio morreu na hora e outro caminhoneiros de Quedas do Iguaçu teve múltiplas fraturas e está hospitalizado em Guarapuava

O Sindicato dos Policiais Penais do Paraná (Sindarspen) emitiu nota sobre o suposto envolvimento de policiais do Depen em um acidente na última terça-feira, 04, na BR 277, no município de Candoi, onde dois caminhões vieram a colidir e um dos motoristas morreu.

Segundo relatos de testemunhas, as viaturas do Depen supostamente teriam forçado a passagem o que veio ocasionar a colisão em que morreu um motorista paraguaio. O outro motorista envolvido é de Quedas do Iguaçu e se encontra hospitalizado com múltiplas fraturas em Guarapuava.

As viaturas do Depen foram abordadas pela PRF na localidade de Guará e os policiais penais foram conduzidos a prestar esclarecimentos na Polícia Civil e em seguida, foram liberados. De acordo com o advogado do Sindarspen, os policiais penais afirmam que não se envolveram no acidente e ficaram sabendo do fato somente após serem abortados pela PRF.

Os diretores do Sindarspen, Vanderleia Leite, Ricardo Cícero e o advogado do sindicato estiveram em Guarapuava acompanhando o caso.

Veja a nota completa:

Um acidente ocorreu nesta terça feira, 04/01, na BR 277, próximo a cidade de Candói, ocorrendo um choque entre duas carretas e resultando em óbito de um dos motoristas e hospitalizações de mais duas pessoas.

Duas viaturas do Depen, conduzidas por policiais penais, que realizavam uma escolta na ocasião, com destino ao Complexo Médico Penal, foram paradas adiante, pela Polícia Rodoviária Federal para prestar esclarecimentos sobre o acidente.

Em conversa com dirigentes sindicais, os colegas contaram que não se envolveram no acidente e que só souberam do ocorrido quando foram parados e orientados pela Polícia Rodoviária Federal a prestarem informações para as autoridades locais.

Os policiais penais estão, no momento em Guarapuava aguardando as oitivas preliminares de praxe junto à Polícia Judiciária.

Os diretores do Sindarspen, Vanderleia Leite, Ricardo Cícero e o advogado do sindicato estão na cidade acompanhando e prestando toda a assistência necessária. 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem