Propaganda Pio do Jacu

A menina que teria sido vítima de estupro de vulnerável, deu a luz e mentiu para os pais, dizendo que encontrou o bebê abandonado num estádio de futebol.

O fato chocou os moradores de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba. Ela deu à luz em um mini estádio próximo de sua residência.

A menina teria sido vítima de estupro aos 12 anos e quando chegou em casa, disse que tinha achado a criança na rua.

O pai da jovem, desesperado, chamou a Guarda Municipal comunicando o achado do bebê. No entanto, a adolescente começou a chorar e confessou que a criança era sua filha. Ela disse que foi violentada por um homem de 30 anos que a ameaçou, caso ela contasse para os familiares. Temendo algo terrível, ela manteve a gestação em segredo. A criança recém-nascida, que estava roxa e com início de hipotermia, foi agasalhada e levada às pressas ao hospital e o Conselho Tutelar comunicado do fato.

A criança, nascida vítima de um crime hediondo (estupro), nasceu com 2,8 quilos e vai se chamar Heloísa, será criada pelos avós maternos e a Polícia Civil está á procura do estuprador, que segundo informações extraoficial, se chama Rodrigo e é morador de Rio Branco do Sul, na RMC.

Na época do crime, ele trabalhava em uma construção civil perto da casa da menor. Um inquérito policial foi instaurado e ele está sendo procurado pela Justiça.


Informações Via São José Urgente (Foto: Balanço Geral/GM/Araucária)


Assista a reportagem no programa Balanço Geral Curitiba: 


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem